Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BRUXELAS

BRUXELAS

Quotas voluntárias… NÃO!

 

 

A comissária da Justiça, Viviane Reding, desafiou: até 2020, 40 % dos lugares no conselho de administração das empresas europeias deveria ser ocupado por… mulheres.

No entanto a Noruega diz que, de forma voluntária, essa quota dificilmente será atingida. Para chegar a esse número é necessário haver legislação. As afirmações são feitas com base na experiência do próprio país. A Noruega propôs a existência de quotas voluntárias em 2002 mas o crescimento foi de apenas 1%. Só quando passou a lei é que a presença de mulheres no conselho de administração das empresas cresceu de 6 para 39,6% no período compreendido entre 2007 e 2009.

A comissária da Justiça afirmou que se no prazo de um ano não houver quaisquer alterações vai propor à CE que as quotas passem a ser obrigatórias.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.