Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

Mais incentivos para produtos respeitadores do ambiente

 

 

As normas estão obsoletas e são incoerentes, é esta a opinião da CE.

É preciso reestruturar o modo de tributação dos produtos energéticos de forma a corrigir os actuais desequilíbrios: a Comissão quer promover a eficiência energética e o consumo de produtos mais respeitadores do ambiente.

Segundo o comissário responsável pela fiscalidade, Algirdas Šemeta, rever a política fiscal pode trazer inúmeras vantagens como: favorecer as fontes de energia renováveis e o consumo de outras que emitam menos CO2; ajudar a UE a cumprir os seus objectivos em matéria de energia e de alterações climática, propostos na estratégia 2020;

Será também uma oportunidade para os estados-membros reformularem as suas políticas fiscais, de modo a promoverem o emprego e a criação de postos de trabalho.