Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

OLAF caça malfeitores

 

O Organismo Europeu de Luta Anti-Fraude e as autoridades judiciárias italianas descobriram que uma companhia daquele país usava indevidamente o financiamento da União Europeia e do Fundo Europeu de Desenvolvimento.
A companhia terá recebido até 10 milhões de euros para a entrega e fornecimento de bens a países em vias de desenvolvimento.
A investigação concluiu que os bens não correspondiam àqueles indicados tanto nas ofertas como nos contratos, e que as marcas dos produtos eram falsificadas. Em resultado da investigação do OLAF e das autoridades italianas duas pessoas foram detidas em Roma.