Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BRUXELAS

BRUXELAS

Imposto fast-food

 A Roménia vai introduzir, em Março, um imposto sobre produtos alimentares pouco saudáveis. Este imposto, sem antecedentes, vai pesar nos bolsos das cadeias de fast-food, dos produtores de refrigerantes, doces, e de outros produtos que contenham teores de açúcar, sal e gorduras acima das quantidades recomendáveis. Queda de investimento estrangeiro, e a deslocação de indústrias do sector para fora do país podem vir a ser consequências económicas negativas desta medida, no entanto, considerada uma questão de saúde pública, as receitas adquiridas através deste imposto serão canalizadas no financiamento de programas nacionais de saúde. Ver aqui a notícia.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.