Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

Formar futuros empreendedores

 

 

O empreendedorismo é um dos pilares essenciais da competitividade da economia europeia. O Parlamento e o Conselho reconheceram isto mesmo quando, em 2006, aprovaram uma Recomendação aos Estados-Membros sobre as competências essenciais dos cidadãos europeus e incluíram a educação para o empreendedorismo como uma dessas competências.

 

Neste contexto, foi publicado um relatório que avalia a aplicação das politicas de educação para o empreendedorismo nos Estados-Membros, e que tem conclusões muito positivas. Por exemplo em metade dos países já existe, ao nível do ensino secundário, a integração do empreendedorismo nos conteúdos programáticos de disciplinas obrigatórias, como ciências económicas ou sociais (ver imagem).

 

A Comissão está, entretanto, a preparar um manual de política de educação para o empreendedorismo, juntamente com um grupo de peritos. Espera-se a publicação deste manual antes do fim de 2013.