Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BRUXELAS

BRUXELAS

A doação e o transplante de órgãos na União Europeia

 

Os transplantes de órgãos salvam vidas e melhoram a qualidade de vida a milhares de pessoas. Só em 2011, mais de trinta mil órgãos foram transplantados.

 

Recentemente, Conselho Europeu reconheceu os esforços da colaboração entre Estados-Membros e Comissão Europeia no sentido de aumentar estes números e incitou-os a concentrarem mais esforços em áreas específicas, como estratégias de comunicação e acordos de troca de órgãos.

 

Ainda se verifica um elevado número de pessoas em listas de espera para a atribuição de órgãos compatíveis (de acordo com dados do fim de 2011, mais de 61 000 pessoas encontravam-se nessa situação), pelo que o trabalho de todas as entidades envolvidas deve continuar.

 

A Comissão Europeia tem em curso o seu Plano de Acção sobre Doação e Transplante de Órgãos 2009-2015, um instrumento voluntário complementar à directiva sobre  as normas de qualidade e segurança dos órgãos humanos destinados a transplantação, que visa aumentar a disponibilidade de órgãos, melhorar a eficiência e a acessibilidade dos sistemas de transplante e melhorar a qualidade e segurança daqueles sistemas. Para o efeito, foram estabelecidas dez acções prioritárias, cuja implementação é financiada pelo Programa de Saúde da UE.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.