Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

UE investiga importação de painéis solares chineses

 

Na sequência de uma denúncia da associação europeia UE Pro Sun a Comissão Europeia iniciou, no final de 2012, uma investigação sobre a importação de painéis solares da China. A UE tem um leque de instrumentos de defesa comercial que pode aplicar de forma a proteger a economia europeia. Neste caso, os painéis solares de produção chinesa receberam, alegadamente, subvenções governamentais e são assim vendidos no espaço europeu a um preço mais baixo, o que resulta na distorção do equilíbrio concorrencial para os produtores e comerciantes europeus destes produtos.

 

A Comissão já enviou questionários a todas as partes interessadas (as empresas produtoras, governo chinês, associações, entre outros). Na sessão plenária de Novembro, alguns eurodeputados pediram à Comissão que acelere o processo de investigação. Espera-se a publicação dos resultados provisórios em Agosto de 2013. Dependendo destes, um de três cenários pode acontecer: a investigação termina, a UE impõe sanções à importação destes produtos, ou a investigação continua sem imposição provisória de sanções.

 

Todos as fases do processo e futuros desenvolvimentos aqui.