Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BRUXELAS

BRUXELAS

Imposto sobre o carbono. Ele anda aí.

A introdução do imposto sobre o CO2 tem estado a ser debatida desde há um ano em França. Depois de ter sido rejeitada, o ano passado, pelo supremo tribunal, a proposta revista ficou suspensa, aguardando os desenvolvimentos a nível comunitário sobre este assunto. Esta semana, o primeiro-ministro francês, François Fillon, declarou o adiamento da introdução do imposto, justificado pelo receio de que esta medida “verde” possa vir a prejudicar a competitividade do sector industrial fracês, quando outros Estados-Membros não são ainda obrigados ao mesmo sistema fiscal.

O resultado deste processo é que o governo francês vai aumentar as pressões junto da Comissão Europeia, numa altura em que uma proposta legislativa relativa aos impostos sobre CO2 está prevista para o final do mês de Abril.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.