Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

Bioenergia gera controvérsia II

 

Depois de ter sido publicado um estudo onde se demonstra que biodiesel proveniente da soja é quatro vezes mais poluente que o combustível de fontes não renováveis, a controvérsia em torno da sustentabilidade do mercado dos biocombustíveis volta a Bruxelas. O estudo, que seria um anexo de um documento publicado pela Comissão Europeia, foi deliberadamente retirado antes da publicação, levando uma das consultoras que redigiu o documento, a alemã Fraunhofer, a renunciar, embora que parcialmente, a sua autoria. A Comissão justificou a omissão do estudo com base na metodologia aplicada, que não teria sido a mais apropriada. Nesta matéria, a controvérsia vai continuar.