Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

UE ajuda investigadores a encontrar aconselhamento e emprego

 

A Comissão Europeia lançou uma campanha de informação que visa ajudar os investigadores europeus a encontrar aconselhamento profissional e emprego através do portal EURAXESS, que faculta acesso a informação transnacional e assistência personalizada aos seus utilizadores

 

Esta campanha vai deslocar-se a 29 cidades europeias. Estão previstos workshops, debates e science slams.

 

Mais informações aqui e aqui.

 

 

Recrutamento de assistentes no sector dos edifícios nas instituições da UE, em Bruxelas e no Luxemburgo

O Serviço Europeu de Seleção do Pessoal (EPSO) lançou um concurso geral para a constituição de uma reserva de recrutamento de assistentes no sector dos edifícios.

 

Os técnicos especializados serão responsáveis por tarefas de gestão, aplicação, vigilância e acompanhamento no referido sector, nomeadamente num dos domínios seguintes:

  1. Engenharia climática,
  2. Engenharia eletromecânica e eletrónica,
  3. Arquitetura e renovação de interiores,
  4. Gestão de projetcos,
  5. Segurança e saúde/higiene,
  6. Segurança.

 

As candidaturas devem ser apresentadas até ao meio-dia (hora de Bruxelas) do dia 1 de Abril de 2014.

 

Mais informações.

 

 

Agência Europeia de Medicamentos: recrutamento para um posto de trabalho

A Agência Europeia de Medicamentos, responsável pela coordenação da avaliação e vigilância dos medicamentos de uso humano e veterinário na União Europeia, abriu um processo de selecção para constituir uma lista de reserva para um posto de conselheiro jurídico (agente contratual).

 

O local de trabalho será na sede da Agência, em Londres, e as candidaturas deverão ser apresentadas por via electrónica até ao dia 19 de Março.

 

Mais informações sobre as candidaturas podem ser obtidas no site da Agência Europeia de Medicamentos.

 

 

Medidas para melhorar a qualidade dos estágios profissionais

Tendo presente que os estágios são experiências fundamentais para medear a transição do ensino para a vida profissional activa, a Comissão Europeia apresentou uma proposta com orientações dirigidas aos Estados-Membros no sentido de proporcionar aos estagiários a aquisição de  uma experiência profissional de qualidade em condições de trabalho seguras e justas que aumente as hipóteses de precederem a obtenção de um bom emprego.

 

A ser aceite esta proposta, verificar-se-á, no futuro, na base de um estágio profissional, a obrigatoriedade de um acordo escrito que preveja o conteúdo de aprendizagem e as condições de trabalho (horário de trabalho, indicação de remuneração ou de outro tipo de compensação e eventual direito a segurança social).

 

O quadro proposto não abrange os estágios que integrem um curso universitário ou que sejam obrigatórios para o acesso a uma profissão específica.

 

Missão: facilitar a mobilidade nas profissões regulamentadas

As instituições europeias têm consciência de que a existência, ao nível dos Estados-Membros, de determinadas exigências para o acesso a profissões regulamentadas (como as dos farmacêuticos ou dos arquitectos) desmotivam ou impedem os jovens de entrar no mercado de trabalho, por um lado, e dificultam a mobilidade dos trabalhadores qualificados no mercado único, por outro.

 

Por isso, a Comissão Europeia adoptou uma comunicação onde anuncia o lançamento de uma avaliação das regulamentações nacionais em matéria de acesso àquelas profissões. Quando estiver na posse das listas nacionais de profissões regulamentadas e respectivas exigências de acesso, a Comissão publicará o correspondente mapa europeu.

 

Posteriormente, os Estados-Membros deverão proceder a uma avaliação mútua das respetivas barreiras que restringem o acesso a determinadas profissões. Neste processo, serão envolvidas as partes interessadas, designadamente os representantes das profissões.

 

 

 

Parlamento Europeu recruta assessor de Secretário-Geral Adjunto

 

O Parlamento Europeu abriu um processo de selecção para criar uma lista de candidatos a um lugar de agente temporário - Assessor do Secretário-Geral Adjunto, na Direção-Geral da Presidência.

 

Os candidatos devem ter uma experiência profissional de pelo menos 10 anos.

 

A data limite para o envio das candidaturas é 4 de Novembro.

 

Todas as informações sobre este processo de rerutamento podem ser encontradas aqui.

 

Agência Europeia de Medicamentos: recrutamento para dois postos de trabalho

 

A Agência Europeia de Medicamentos, responsável pela coordenação da avaliação e vigilância dos medicamentos de uso humano e veterinário na União Europeia, abriu um processo de selecção para constituir uma lista de reserva para um posto de Conselheiro Jurídico (AD 6) e um posto de  Agente contratual responsável Conformidade Clínica e Não-clínica (FG IV).

 

O local de trabalho será na sede da Agência, em Londres, e as candidaturas deverão ser apresentadas por via electrónica até ao dia 25 de Outubro.

 

Mais informações sobre as candidaturas podem ser obtidas no site da Agência Europeia de Medicamentos.

 

Como encontrar um emprego noutro país da UE?

 

Viver e trabalhar noutro país da União Europeia pode ser uma opção interessante em qualquer idade. A mudança implica ganho de experiência profissional e isso pode contribuir para o aumento das possibilidades de encontrar um emprego melhor no seu próprio país.

 

Contudo, apenas 3% dos europeus vive e trabalha fora do seu país de origem. Para ajudar os que procuram uma experiência profissional noutro país da União, foi publicado um guia que pode ser encontrado aqui e que estará brevemente disponível em todas as línguas oficiais.

 

 

Oportunidades de emprego aumentam no sector da saúde

 

De acordo com o último boletim Observatório Europeu das Ofertas de Emprego, o emprego no sector da saúde da UE aumentou quase 2 % por ano, entre 2008 e 2012, tendo neste último ano sido contratadas para trabalhar naquele sector perto de um milhão de pessoas.

 

Esta tendência é justificada em conjunto pelos efeitos do envelhecimento da população, pelo desenvolvimento tecnológico, pela melhoria dos tratamentos, pela exigência dos utentes relativamente a melhores serviços e, finalmente, pelo valor que actualmente se atribui aos cuidados de saúde preventivos.

 

Outras profissões no sector da saúde estão incluídas nas 25 profissões com maior crescimento: enfermeiros, parteiras, técnicos de medicina e farmácia, dentistas, farmacêuticos e fisioterapeutas.

 

O aumento das contratações no sector da saúde contrasta com a tendência geral de queda do emprego na UE, que baixou na maioria dos grupos profissionais.

 

Outro dado interessante fornecido por este boletim é o do aumento de 2% na contratação de diplomados do ensino superior aumentou 2 %, o que poderá ser indicador de que um maior número de pessoas está empregada abaixo das suas qualificações.

 

 

Comité Económico e Social recruta Secretário(a)-Geral

 

Foi lançado um concurso para recrutar um agente temporário (5 anos) para preencher a vaga de Secretário(a)-Geral no Secretariado-Geral do Comité Económico e Social Europeu.

 

Entre outros requisitos, os candidatos deverão ter 15 anos de experiência profissional pós-universitária.

 

Os interessados deverão apresentar a sua candidatura até 30 de Julho de 2013.

 

Mais informações.

 

Parlamento Europeu recruta dois juristas

 

O Parlamento Europeu está a organizar um processo de selecção de dois agentes temporários especializados em direito dos contratos para a sua Unidade de Direito dos Projectos Imobiliários, na Direcção dos Assuntos Administrativos e Financeiros, no Luxemburgo.

 

Os interessados, aos quais neste concurso específico é exigido o domínio da língua francesa, deverão apresentar a sua candidatura até ao dia 15 de Julho de 2013.

 

Mais informações.

 

Proposta referente a uma plataforma dos Serviços Públicos de Emprego

 

Com a finalidade de contribuir para melhorar a eficácia e a colaboração dos serviços públicos de emprego europeus, a Comissão Europeia apresentou uma proposta de decisão para o estabelecimento de uma plataforma de apoio à aplicação prática das políticas de emprego pelos Estados-Membros que, a ser aprovada pelo Conselho e pelo Parlamento, deverá ser executada já a partir de 2014.

 

A proposta de decisão formalizará o estatuto de um grupo informal de peritos europeus dos Serviços Públicos de Emprego - que, desde 1997, fornece à Comissão assistência sobre questões no domínio do emprego -, facilitando também a execução de projectos financiados pelo Fundo Social Europeu (FSE) centrados no mercado de trabalho.