Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

2014-2020: Dinamizar o emprego através do investimento na educação e na criatividade


Com a finalidade de dinamizar o emprego, a Comissão Europeia propõe que a UE aumente de forma significativa o investimento na educação, na juventude e na criatividade durante o período 2014-2020. Concretamente, propõe duplicar o número de jovens, professores e investigadores que recebem bolsas de estudo da UE para estudar ou receber formação profissional fora do seu país e também aumentar o investimento nas indústrias criativas.

 

Assim, um novo programa para a educação, formação e juventude afectará 15,2 mil milhões de euros (mais 73 %) ao longo daqueles sete anos. Trata-se do maior aumento no orçamento proposto, revelando a prioridade concedida ao investimento no conhecimento.

 

Por outro lado, a nova estratégia da UE para a investigação e a inovação, denominada Horizonte 2020, será dotada de uma verba de 80 mil milhões de euros (mais 46 %). O propósito é dinamizar a competitividade global da Europa e contribuir para a criação dos empregos e das ideias do futuro.

 

E o vencedor é... Horizon 2020!

Foi anunciado o nome do próximo quadro estratégico comum para o financiamento da investigação e inovação da União Europeia. A escolha foi feita mediante uma votação online e Horizon 2020 foi o nome mais votado pelos internautas.

 

O Horizon 2020 sucederá assim ao 7°. Programa-Quadro e encabeçará a proposta legislativa para o novo programa, que deverá ser apresentada pela Comissão Europeia no final do corrente ano. Este programa vai contemplar um novo sistema de financiamento, abarcando e harmonizando de forma coerente o que é actualmente financiado pelo 7°. Programa-Quadro, pelo Programa-Quadro para a Competitividade e Inovação e pelo Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia.