Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BRUXELAS

BRUXELAS

A abordagem da saúde móvel na União Europeia

 

Das cerca de 100 mil aplicações de saúde móvel disponíveis em várias plataformas digitais, as 20 principais gratuitas representam mais de 230 mil telecarregamentos ao nível mundial (aplicações de desporto, exercício físico e saúde).

 

De acordo com a Comissão Europeia, se o potencial destas aplicações for plenamente explorado, em 2017 poderão atingir-se níveis de poupança na ordem dos 99 mil milhões de euros na União Europeia.

 

Para atingir esse fim, é ainda necessário resolver problemas relacionados com a segurança das aplicações e com a utilização dos dados a que acedem, entre outros aspectos de cariz relevante. Por isso, a Comissão Europeia lançou uma consulta pública sobre a saúde móvel que pretende auscultar as opiniões das partes interessadas acerca, nomeadamente, dos requisitos de segurança e de desempenho a satisfazer pelas aplicações, das garantias de segurança dos dados de saúde e da promoção do empreendedorismo no domínio da saúde móvel.

 

As respostas a esta consulta poderão ser fornecidas até ao dia 3 de Julho de 2014.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.