Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BRUXELAS

BRUXELAS

Medidas para ajudar os desempregados de longa duração a regressar ao mercado de trabalho

 

 

Actualmente, em cada 100 cidadãos europeus activos 5 são desempregados de longa duração. Dos 12 milhões de desempregados nestas condições, mais de 60% estão sem emprego há mais de dois anos consecutivos (*).

Na senda de algumas medidas já tomadas para combater este tipo de desemprego, a Comissão Europeia apresentou uma proposta de resolução do Conselho com acções específicas para reforçar os serviços nacionais à disposição dos desempregados:

 

  • Incentivo ao registo dos desempregados de longa duração junto de um serviço de emprego;
  • Avaliação individual aprofundada do desempregado, destinada a determinar as suas necessidades e potencialidades, o mais tardar aos 18 meses em situação de desemprego;
  • Celebração de um acordo de integração no emprego com o desempregado, o mais tardar aos 18 meses no desemprego.

 

Os Estados-Membros poderão implementar estas recomendações com o apoio do Fundo Social Europeu.

 

Esta proposta deverá agora ser debatida no Conselho. Será implementada assim que os Estados-Membros a adoptem.

 

(*) Fichas de informação sobre o desemprego de longa duração na Europa

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.