Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BRUXELAS

BRUXELAS

Mudanças no Parlamento Europeu: novo presidente e trânsito de deputados portugueses em comissões parlamentares e grupos políticos

© European Union 2017 - European Parliament

© European Union 2017 - European Parliament

 

A semana passada de sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, foi quase exclusivamente dedicada à eleição do Presidente, Vice-Presidentes e re-organização interna das comissões parlamentares.
 
Na terça-feira, ao fim de quatro rondas de votações, o Parlamento escolheu o deputado e ex-Comissário Antonio Tajani para substituir Martin Schulz na Presidência. Como a Eupportunity tinha antecipado no Analysis Paper “Grande Colisão”, a coligação entre o PPE e os Socialistas Europeus foi rompida.
 
O novo Presidente do Parlamento foi eleito pelo PPE, com o apoio dos liberais (ALDE), e, na última ronda de votações, os votos dos conservadores (ECR), contra o candidato Socialista, Gianni Pittella, que recebeu, na última ronda de votações, apoios de deputados do GUE (grupo onde se encontra a CDU e Bloco de Esquerda) e Verdes.
 
O PPE aliou-se ao ALDE para a eleição do Presidente do Parlamento e acordaram numa programa político para o resto da legislatura. Contudo, esta aliança não é suficiente para formar uma maioria no Parlamento.
 
Na nova composição das comissões parlamentares, o deputado Ricardo Serrão Santos (PS) passou de suplente a efectivo na Comissão de Agricultura, acumulando com a Comissão de Pescas. O deputado Manuel dos Santos (PS), que veio substituir a deputada Elisa Ferreira, passou da Comissão do Desenvolvimento para a Comissão do Orçamento.
 
Outra alteração relevante na delegação de deputados portugueses é a passagem do deputado José Inácio de Faria (MPT) para o grupo PPE.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.