Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

Participou na consulta pública sobre o Plano de Acção eGovernment 2016-2020? Aqui tem os primeiros resultados.

 

Se teve ocasião de dar a sua opinião sobre o Plano de Acção eGovernment 2016-2020, vai gostar de saber que a Comissão Europeia já publicou os primeiros resultados da consulta pública.

 

Assim, mais de 80% dos que responderam a esta consulta, maioritariamente cidadãos individuais, sublinharam que esperam que os serviços digitais dos governos sejam transparentes e acessíveis a todos e que respeitem a protecção dos dados pessoais. E 86% dos inquiridos esperam apenas ter de fornecer informação própria  aquando do primeiro acesso aos serviços, não havendo portanto necessidade de preencher os mesmos formulários vezes sem conta.

 

Para conhecermos a totalidade dos resultados desta consulta, porém, teremos de aguardar o final do mês de Março, altura em que será publicada uma análise completa dos mesmos. Posteriormente, em Abril, será apresentado o Plano de Acção eGovernment 2016-2020.

 

 

Dê o seu contributo para a consulta pública sobre o Plano de Acção eGovernment 2016-2020

 

A Comissão Europeia lançou uma consulta sobre o Plano de Acção eGovernment 2016-2020, uma das actividades previstas para a conclusão do Mercado Único Digital.


O novo Plano de Acção eGovernment vai abordar as necessidades, exigências e expectativas das empresas e dos cidadãos no que respeita ao fornecimento de serviços governamentais eficientes.

 

A consulta pretende reunir as opiniões sobre este assunto por parte dos cidadãoes, das organizações privadas e das administrações nacionais, locais e regionais. Deverá posteriormente definir o âmbito e a visão no novo plano, o envolvimento dos utilizadores, a inter-operabilidade transfronteiriça dos serviços públicos e o contributo das tecnologias digitais.

 

Para participar nesta consulta, clique aqui. O questionário está disponível em inglês, francês e alemão, mas são admitidas respostas em qualquer língua oficial da União Europeia.

O prazo para participar termina em 22 de Janeiro de  2016.

Hipocarbónica é que é

O sector das tecnologias de informação e comunicação (tic) é um dos principais actores da economia verde. Não só o sector foi incentivado pela Comissão Europeia a reduzir as emissões de CO2, como passou a ser entendido como um instrumento privilegiado de outros sectores para atingir os objectivos ambientais estipulados pela UE até 2020, através do cálculo da pegada de CO2 e do desenvolvimento de soluções inteligentes hipocarbónicas – um termo que vai começar a ser importante na economia.

A semana passada stakeholders vieram a Bruxelas para o Fórum ICT4EE (tic para eficiência energética) onde foram apresentadas diversas soluções desenvolvidas, ou ainda apenas projectadas, de tecnologias de informação e comunicação aplicadas à produção e distribuição de energia – redes energéticas inteligentes; ao sector dos transportes nomeadamente no que respeita aos carros a electricidade; às cidades sustentáveis inteligentes – onde entram a oferta de serviços administrativos online. Portugal esteve presente através da INTELI, que apresentou um projecto-piloto a nível nacional para os carros a electricidade.

E-Government eficiente e produtivo

A Direcção-Geral Sociedade de Informação da Comissão Europeia está a preparar um workshop que irá ter lugar em Bruxelas no dia 17 de Março. O tema principal a ser discutido é a forma como as instituições governamentais auto-avaliam o seu desempenho em termos de e-Government.

Estão abertas as candidaturas para a apresentação de abstracts. Ver mais informação acerca desta iniciativa aqui

 

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.