Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

Guia para transformar lixo em ouro

Na União Europeia há Estados-membros com taxas de reciclagem de 70% e outros que ainda depositam em aterro três quartos dos seus resíduos. O mais recente relatório da Comissão Europeia (CE) mostra que a utilização articulada de três instrumentos revela-se crucial para desviar o fluxo de resíduos para percursos mais sustentáveis: impostos e/ ou proibições respeitantes à deposição em aterro e à incineração, regimes de tributação em função da quantidade de resíduos descartados e regimes de responsabilidade dos produtores.

 

Há países na UE que depositam em aterro menos de 3% dos seus resíduos urbanos - Bélgica, Alemanha, Dinamarca, Áustria, Suécia e Holanda – e que conseguiram tornar o lixo numa indústria próspera com a criação de novos postos de trabalho. Para seguir o mesmo caminho é necessária a generalização dos instrumentos acima propostos. A CE incentiva os 27 a aplicarem de forma mais eficaz a legislação em vigor respeitante a resíduos para que sejam atingidos os objectivos propostos no Roteiro para a utilização eficiente dos recursos.

Negócios com… lixo

 

 

Não espaço europeu o comércio de materiais reciclados é dificultado por diferentes legislações nacionais. Para harmonizar as regras entre os 27 e impulsionar o mercado da reciclagem, a UE adoptou um novo regulamento com regras semelhantes às já impostas para o tratamento do vidro, papel e compostos orgânicos mas desta vez para o ferro, aço e alumínio. Esta norma determina quando é que estes materiais são considerados lixo e em que condições podem voltar a ser comercializados na UE.

Estas medidas deverão criar uma maior segurança jurídica e condições de concorrência equitativas para a indústria da reciclagem e eliminar os entraves administrativos para o sector.

Poluição à discrição

 

 

Quase 60% dos europeus desconhece que produz uma quantidade excessiva de resíduos, segundo o mais recente inquérito do Eurobarómetro intitulado “As atitudes dos europeus em termos de uma utilização eficiente dos recursos”.
A maioria dos inquiridos também não faz ideia sobre a quantidade de comida que desperdiça em casa – quase três quartos estima que é 15% ou menos (um estudo recente avança com 25%). No mesmo inquérito, a maioria dos cidadãos dos 27 reclama melhores serviços de recolha de lixo e cerca de um em cada oito afirma que as características ambientais de um produto são tidas em consideração na hora de o adquirir.
Segundo o Eurostat, o gabinete de estatística da UE, cada europeu produz cerca de 513 kg de lixo por ano.

 

Por uma Europa mais limpa

 

 

 

 

 

Dia 12 de Dezembro de 2010 era a data limite para que os estados-membros adoptassem a nova directiva - quadro dos resíduos.

 

Poucos foram os que cumpriram.

 

Num relatório publicado agora, a UE conclui que têm havido progressos significativos na prevenção e reciclagem de resíduos, mas que os objectivos ainda estão longe de serem cumpridos.

 

A directiva obriga os estados-membros a modernizarem os seus planos de gestão dos resíduos e a estabelecerem programas de prevenção até 2013. Todos os países devem reciclar 50% dos seus resíduos urbanos e 70% dos resíduos de construção e demolição até 2020.

 

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.