Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BRUXELAS

BRUXELAS

Rede europeia para a consecução das competências essenciais da educação escolar

 

A Comissão Europeia lançou um convite à apresentação de candidaturas para estabelecer uma rede de organizações competentes dos países que participam no programa «Aprendizagem ao Longo da Vida» que preste assessoria estratégica com vista à execução da Recomendação de 2006 sobre as competências essenciais para a aprendizagem ao longo da vida no ensino escolar.

 

A rede deverá, por conseguinte, congregar organizações, investigadores e grupos interessados, cujas actividades se centram em áreas como o desenvolvimento curricular, a formação de professores, o acompanhamento e avaliação, o apoio à aprendizagem, e qualquer outra área considerada essencial para a definição de uma política coerente para a promoção das competências essenciais.

 

O período de vigência da convenção-quadro será de 2012 a 2014, sendo que a dotação total destinada ao co-financiamento desta rede, para 2012, é de 500 000 EUR.

 

A data-limite para a apresentação das candidaturas é 30 de Setembro de 2011.

 

Educação: apoio a projectos para a promoção da integração da etnia cigana

 

A Comissão Europeia lançou um convite à apresentação de projectos no domínio da integração dos ciganos na educação e através dela. Desta forma, visa apoiar projectos de cooperação transnacionais para desenvolver medidas que aumentem os níveis de participação e de aproveitamento dos alunos ciganos. Visa também apoiar actividades em rede que dêem visibilidade às experiências mais bem sucedidas.

 

Podem propor projectos ONGs envolvidas na integração dos ciganos, outros organismos públicos e organizações de partes interessadas, ministérios nacionais com a tutela do ensino e formação, escolas, bem como outros organismos de formação que operem nos Estados-Membros.

 

A duração máxima por projecto é de 12 meses e as actividades devem ter início entre 1 de Janeiro de 2012 e 31 de Março de 2012.

 

A data-limite para a apresentação das candidaturas é 16 de Setembro de 2011.

 

 

Rede europeia sobre a educação das crianças e dos jovens oriundos da imigração


A Comissão Europeia lançou um convite à apresentação de candidaturas para apoiar o estabelecimento de uma rede europeia destinada a analisar, desenvolver e partilhar políticas e práticas no domínio da instrução das crianças e jovens oriundos da imigração.

 

Podem apresentar propostas Ministérios da Educação, outros organismos públicos, institutos de investigação e universidades, fundações e associações.

 

O período de vigência da convenção-quadro será de 2012 a 2014 e a dotação total destinada ao co-financiamento desta rede é de 500 000 EUR para 2012. A assistência financeira da Comissão não pode exceder 75 % do total dos custos elegíveis e a duração máxima dos projectos é de 36 meses.

 

A data-limite para a apresentação das candidaturas é 14 de Outubro de 2011.

 

 

Subvenção de projectos de mobilidade de jovens trabalhadores

 

No âmbito do programa Juventude em Acção, a Comissão Europeia lançou um convite à apresentação de projectos cujos objectivos sejam apoiar a mobilidade e o intercâmbio de jovens trabalhadores e/ou que desenvolvam métodos inovadores para ajudar os jovens desempregados a entrar no mercado de trabalho, entre outros. Os projectos aprovados serão subsidiados até 25 000 euros.

 

As propostas devem ser apresentadas por organizações sem fins lucrativos - como ONGs, ONGEs ou entidades públicas estabelecidas a nível regional ou local – e devem assentar em parcerias de dois parceiros de dois países do programa.

 

As candidaturas devem ser enviadas até ao dia 1 de Setembro de 2011 para a Agência Executiva da Educação, Audiovisual e Cultura. Os projectos, que terão uma duração máxima de 12 meses, deverão iniciar-se entre Janeiro e Junho de 2012.

Subsídios da UE geram polémica

 

 

 

 

De um lado a União Europeia, do outro, os ambientalistas. Ambos em perfeito desacordo.

Em causa está o financiamento de 770 milhões de euros concedidos pela UE para a construção de uma nova central de carvão, na Eslovénia.

Segundo os ambientalistas a fábrica vai queimar um tipo de carvão altamente produtor de carbono (CO2) e em quantidade suficiente para esgotar rapidamente as quotas de emissões de CO2 autorizadas ao país, até 2050.

A UE acredita que nenhuma lei de impacto ambiental está a ser infringida e que o investimento deve seguir para a frente.

O projecto ainda não foi aprovado no parlamento esloveno. Poderá ir a votação no final do mês.

 

Pesquisar

 

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.